Partos de Terra
RSS
Tudo o que nasce, brota da inexistência, e em última instância, do que já morreu. Tudo o que se constrói na natureza do homem/universo/existência, é um saldar de um empréstimo do Cosmos, para com a desconstrução num novo edifício vivo. Esta curta metragem, expõe um alegórico conto, de um escultor que esculpe a vida do que já não vive; quais serão as fronteiras entre o que não vive e a vivência dos vivos?

Data 07/10/07 Duração 00:00:58 Visto 703 vezes
Link do Vídeo Blogar Vídeo
Enviar a um Amigo     Comentar Vídeo (0)     Votar
(
0
)

Ajuda | Condições de Utilização | Contactos | Blog